Psicanálise e representatividade negra

Cursos livres sobre a questão da representatividade negra na cultura e mais especificamente na própria psicanálise. Tema crucial em nosso país e na comunidade psicanalítica, que passa a se debruçar sobre autores subtraídos de nossa história e sobre o despreparo do psicanalistas em escutar sujeitos que sofrem discriminação a partir do significante racial.

Coordenação:

Anne Egídio

Formada em Letras pela Uniban, com especialização em Sócio-psicologia pela Escola Pós-Graduação de Ciências Sociais da Fundação Escola de Sociologia e Política de Sâo Paulo; Psicanalista, pelo Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae: participou do projeto de Clínica Aberta de Psicanálise na Casa do Povo e Colaboradora no Programa de Assistência e Estudos de Somatização – PAES, do Departamento de Psiquiatria da Unifesp.


Fabiana Villas Boas

Psicóloga graduada pela PUC-SP, mestranda em Psicologia pela USP. Membro da rede clínica do Instituto AMMA Psique e Negritude.


Maria Aparecida Miranda

Psicanalista, Mestre em Psicologia Clínica pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Psicóloga formada pela Universidade de Santo Amaro – UNISA com formação em Grupos Operativos e Psicodrama. Há doze anos atua junto a organizações governamentais e não governamentais, desenvolvendo trabalhos de implantação, coordenação e acompanhamento de projetos ligados à área de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, com especialização no atendimento psicoterápico a crianças e jovens. Aprimoramento na UNIFESP em psicossomática e atendimento a estudantes da Universidade para abordagem das relações raciais no campus universitário. Experiência profissional em consultoria, elaboração, gerenciamento, supervisão e coordenação de programas nas áreas: sociais, saúde, educação e cultura. Publicou na Revista da Associação Brasileira de Psicoterapia Analítica de Grupo 'Reintegrando Crianças de Rua na Sociedade e na Família: A Experiência da Casa da Criança Renascer. Fórum de Reflexão', São Paulo, Editora Paulista, 1997 e Famílias – Aspectos Conceituais e questões metodológicas em projetos. in Análise dos projetos e questões metodológicas, São Paulo, Edições, Fundap, 1998


Paulo Bueno

Psicólogo e psicanalista, mestre e doutorando em Psicologia Social (PUC-SP). Pesquisador do Núcleo de Pesquisa Psicanálise e Sociedade (PUC-SP). Integrante da rede clínica Psicólogas Pretas. Atua como acompanhante terapêutico, supervisor clínico, em CAPS-IJ e em consultório particular.


Priscilla Santos de Souza

Historiadora e psicanalista. Mestre e doutoranda em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (USP). Membro do Laboratório de Pesquisa e Extensão - Psicanálise, Sociedade e Política (PSOPOL) do Departamento da Psicologia Clínica do IPUSP. Atua como Técnica em Assuntos Educacionais na Universidade Federal do ABC (UFABC) na Pró-Reitoria de Graduação e na construção do Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros (NEAB). Atualmente é tesoureira da Rede Interamericana de Pesquisa em Psicanálise e Política (REDIPPOL).


CURSOS

Nenhum produto foi encontrado para a sua seleção.